Faça sua busca por palavra-chave ou use os filtros

Ver todos
  • Museu de Arte do Rio

    Formado pelo palacete D. João VI, pelo antigo terminal rodoviário da Zona Portuária do Rio e pelo antigo Hospital da Polícia Civil, o complexo do Museu de Arte do Rio tem como marca arquitetônica a passarela metálica que liga os dois prédios e a cobertura fluida, em concreto armado e pilares metálicos, em forma de onda. A construção do conjunto passarela e cobertura exigiu reforço e recuperação de estruturas dos edifícios. Só o estudo de viabilidade da cobertura – com 1.650 metros quadrados de área plana, 720 toneladas, 320 metros cúbicos de volume de concreto e 1.800 metros cúbicos de formas de isopor especialmente esculpidas – levou um ano. Sua execução mobilizou cerca de 90 profissionais, e a concretagem teve de ser feita de uma só vez, num processo de 13 horas ininterruptas. O projeto de retrofit também teve como premissa a sustentabilidade, passando pela escolha de materiais que atendessem os critérios da certificação LEED, piso de borracha reciclada, carpete, forro, aço, bloco de concreto, bloco intertravado e madeiras com certificação FSC, entre outros.
    Veja o case completo »
  • Biblioteca Mario de Andrade

    Formada por um embasamento de seis pavimentos e uma torre de 23 andares, a biblioteca Mario de Andrade guarda um acervo de 3,3 milhões de títulos. Devido a sua importância, o trabalho de retrofit foi realizado de forma a não interromper as atividades do edifício, o que exigiu um grande planejamento de desmobilização de ambientes e movimentação de acervos. Uma das principais intervenções foi o reforço da estrutura metálica para receber a sobrecarga proveniente da nova estrutura da biblioteca volante. Como parte do retrofit, foi construída uma passarela entre os halls da Avenida São Luiz e da Rua da Consolação, com fechamento com caixilho de alumínio, vidro laminado e cobertura com brises (pele de vidro). Todas as instalações e a programação de acionamento do sistema anti-incêndio foram revistas, uma vez que o acervo da biblioteca não poderia receber o mesmo tratamento de combate ao fogo das demais áreas.
    Veja o case completo »
  • Museu do Futebol

    Com localização privilegiada, o Estádio do Pacaembu faz parte de um complexo dedicado a atividades esportivas. A proposta da criação do museu, projeto do arquiteto Mauro Munhoz viabilizado pela Fundação Roberto Marinho, veio como alternativa ao processo de deterioração da área administrativa do estádio e surgiu com a identificação da necessidade de busca de novos usos para esse espaço. O projeto foi mundialmente referenciado, com destaque para a beleza da fachada art déco, também restaurada pela Concrejato. A implantação de passarelas suspensas de madeira ligando as alas como proposta do projeto também foi um dos itens valorizadores do local. Atividades de adequação civil interna, reforços estruturais, implantação do auditório - incluindo execução de forro acústico especial -, escadas metálicas com elementos em madeira, pisos em concreto armado especial, recuperação estrutural dos locais e restauração das fachadas fizeram parte dos trabalhos da empresa.
    Veja o case completo »